Rua General Eldes de Souza Guedes 63
Vila Sônia - Morumbi, São Paulo
WhatsApp/Cel: (11) 98546-6900

passianotto@gmail.com

© 2018 SUPERNOVA DIGITAL por VÂNIA CAPARROZ para LUCIANO PASSIANOTO | Psicoterapeura

​Pais também sentem os sintomas da gravidez

10/2/2016

Enjoos, ganho de peso e até dores nas costas são bem comuns em homens enquanto as parceiras estão grávidas


Seios inchados, cólicas, enjoos, tonturas e emoções à flor da pele. Quem repara nesses sintomas não demora muita descobrir que é gravidez na certa. E muita gente acha injusto apenas as mães passarem por isso, afinal o filho é dos dois e os pais passam ilesos pelos incômodos da gravidez.

Não é bem assim, caros! Alguns pais também têm a sorte (ou azar) de sentirem esses sintomas. “Logo que soubemos da gravidez da Carol, chegaram os enjoos matinais dela. Em menos de uma semana, eu estava igual, me sentido nauseado e evitando vários alimentos. Nunca tive esse tipo de problema antes. Quando contava para as pessoas que também sentia enjoos, achavam que era frescura da minha parte”, conta Renato Teixeira, 34, pai de Mariana, 3.

Não é frescura não, Renato! Isso é mais do que possível. Aliás, chama-se Síndrome de Couvade, também conhecida como Síndrome dos Pais Grávidos. Segundo relatos e pesquisas, mais de 50% dos pais apresentam essa síndrome, com sintomas variados, como dores nas costas, desejos e até ganho de peso.

“Quando a Clara engravidou, ela tinha muito desejo de frutas geladas. Queria comer tudo gelado, principalmente no final da noite. E eu, no embalo, acabava comendo com ela. Quando essas vontades passaram, eu continuei na onda. Sei lá se foi um costume, mas só queria comer frutas se estivessem geladas”, conta Fabio Fontes, 29, pai de Pietra,1.

Claro que tudo isso tem fundo emocional e os médicos acreditam que os sintomas resultam de uma ação psicossomática, ou seja, o corpo reflete a transformação emocional, ansiedade de ser pai e ainda a forte ligação com a mãe. A princípio, isso não é uma doença e é passageiro. Mas se algum sintoma persistir, é bom procurar um especialista para analisar a fundo.

Além dos sintomas da gravidez, os próprios hormônios masculinos entram em ebulição nessa fase. “Estudos recentes apontam um

​​

a redução nos níveis de testosterona e estradiol (responsáveis por funções sexuais) enquanto suas parceiras estão grávidas. Entretanto essas mudanças são reflexos de transformações mais importantes, que são as emocionais”, conta o psicólogo Luciano Passianotto.

Ainda segundo o especialista, quando um homem está realmente envolvido na gravidez, ele instintivamente nota seu novo papel de protetor e acolhedor. Essas quedas hormonais também estão ligadas a um comportamento menos agressivo e mais complacente. Ou seja, esse é o seu organismo se preparando para ser pai!

​​

 

Veja o artigo original pubçicado aqui

Please reload

POSTS EM DESTAQUE

Quem nunca? 6 frases que todo mundo deveria evitar em uma DR

1/10
Please reload

POSTS RECENTES
Please reload

PROCURAR POR TAG