Rua General Eldes de Souza Guedes 63
Vila Sônia - Morumbi, São Paulo
WhatsApp/Cel: (11) 98546-6900

passianotto@gmail.com

© 2018 SUPERNOVA DIGITAL por VÂNIA CAPARROZ para LUCIANO PASSIANOTO | Psicoterapeura

​Cinco passos para melhorar o seu casamento​

O casamento é um passo muito importante na vida de um casal. A decisão de “juntar as escovas de dente” envolve toda uma idealização acerca da vida a dois. No entanto, o matrimônio está longe de ser um conto de fadas e traz consigo muitas responsabilidades e problemas que não existiam quando o casal ainda morava em casas diferentes.


Segundo o psicólogo clínico e terapeuta de casal Luciano Passianotto, alguns conflitos da vida a dois podem ser contornados com simples atitudes. Ele dá cinco dicas que podem melhorar a relação. Confira:

Conheça bem seu parceiro antes de decidir pelo casamento

O namoro e o noivado correspondem a um período em que o casal deve se dedicar a conhecer um ao outro – inclusive os defeitos. E mesmo conhecendo os defeitos do parceiro, deve-se levar em conta que outros surgirão com a convivência. O psicólogo explica que a máxima “depois do casamento eu resolvo” não é verdadeira. “Se um comportamento indesejado não mudou durante o namoro, período que costuma ser de mais dedicação ao outro, será muito mais difícil mudar depois do casamento”, afirma.

Releve os defeitos menores e preze pelo diálogo

Se algum comportamento do parceiro incomoda muito, é fundamental que exista um diálogo para que uma mudança seja possível. “A comunicação é importante para que ambos saibam o quanto determinado comportamento afeta o outro”, explica Passianotto. Mas também é importante aprender a lidar com problemas menores, pois todos têm defeitos e, sem a compreensão, nenhum tipo de relação seria possível. “Nos problemas maiores deve-se discutir em busca de uma mudança de hábito, mas os menores devem ser relevados para evitar um clima de eterna tensão”, avalia o psicólogo.

Mantenha o equilíbrio na vida social

Receber amigos em casa, sair com colegas de trabalho e tudo que envolve a vida social não deve ser excluído da sua vida por causa do casamento, mas é preciso encontrar um equilíbrio, para que os dois fiquem satisfeitos. “A vida social é muito importante para o casal, mas deve ser gerenciada de forma a trazer prazer para ambos”, afirma o psicólogo. “O importante é buscar sempre o equilíbrio”, completa.

Não encare o excesso de intimidade como um problema

Algumas pessoas acreditam que o excesso de intimidade estraga a relação e que é necessário manter sempre a possibilidade de descobrir o outro. Mas isso nem sempre é verdade. “O casal pode sempre conseguir satisfação sentimental e, principalmente, sexual, com a intimidade”, diz o psicólogo.

 

Não transforme a paixão em obrigação

 

A paixão é fundamental para todos os casais, mas encará-la como uma obrigação pode gerar uma cobrança desnecessária e acabar prejudicando a relação a dois. Procure entender e respeitar o momento do seu parceiro. “É preciso ser compreensivo quando o foco do casal estiver em algo diferente e, principalmente, buscar sempre reinventar e revitalizar a paixão".

Veja o artigo original publicado aqui

 

 

Please reload

POSTS EM DESTAQUE

Quem nunca? 6 frases que todo mundo deveria evitar em uma DR

1/10
Please reload

POSTS RECENTES
Please reload

PROCURAR POR TAG